quinta-feira, 31 de dezembro de 2009

segunda-feira, 21 de dezembro de 2009

terça-feira, 15 de dezembro de 2009

domingo, 13 de dezembro de 2009

terça-feira, 8 de dezembro de 2009

Can't smile without you Barry Manilow This is a little tribute dedicate to Julie Andrews.

All around the world - Lisa Stansfield and Barry White

UP UP AND AWAY 5th Dimension

Tous le garçons et les filles Françoise Hardy

NOIR C'EST NOIR Johnny Hollyday

SUGAR SUGAR THE ARCHIES

Good Morning Starshine by Oliver

Don't sleep in the subway PETULA CLARK

GEORGY GIRL The Seekers

STORMY Classics IV

NO MILK TODAY Herman's Hermits

A Whiter Shade Of Pale - Procol Harum

TRACES Classics IV

Venus by Shocking Blue

IN THE SUMMERTIME Mungo Jerry

YELLOW RIVER Christie

Creedence Clearwater Revival: Proud Mary

THE MORE I SEE YOU Chris Montez

TRY TO REMEMBER Andy Williams

18 MUSICAS PARA MATAR A SAUDADE........ TILL THE END OF TIME - Earl Grant

quinta-feira, 3 de dezembro de 2009

terça-feira, 1 de dezembro de 2009

FIDELITY Regina Spektor

I'M YOUR MAN Leonard Cohen

La luna che non c'è... Andrea Bocelli

E chiara nella sera
Tu sarai la luna che non c'è.
Con quanta tenerezza
Ti avvicini e ti confondi in me.
E forse non immagini nemmeno
Quant'è grande questo cielo,
Quanto spazio c'è qui dentro me
E ci sarà adesso che
Mi vuoi così anche tu, !!!!




Perdere l'Amore - Massimo Raniere

SO IN LOVE (Cole Porter) Lara Fabian

Crying - Roy Orbison - with k.d. lang

If you leave me now CHICAGO

The Mystics Dream of Avalon LOREENA MCKENNITT

THE MUMMERS' DANCE - LOREENA MCKENNITT - SCOTLAND

segunda-feira, 16 de novembro de 2009

Homenagem à Heitor Villa Lobos



Composição de Heitor Villa Lobos e parte integrante da peça Bachianas Brasileiras nº 2. A obra se caracteriza por imitar o movimento de uma locomotiva com os instrumentos da orquestra.
Regente: Sir Eugene Goosens
Orquestra Sinfônica de Londres

segunda-feira, 9 de novembro de 2009

Last Dance

Sweet love

Love is in the air

My Sweet Lord mandado pela minha amiga RECO

Este vídeo é um dos que merecem ser guardados em um lugar especial.
Trata-se da interpretacão da cancão My Sweet Lord de George Harrison realizada por um grupo de excelentes músicos, todos amigos de George.

Este concerto foi em sua homenagem, dois anos depois de sua morte.

Na guitarra acústica Eric Clapton,
na guitarra elétrica o filho de George Harrison,
ao piano Paul McCartney,
na primera bateria Ringo Star,
na segunda bateria Phill Collins, e
na segunda guitarra elétrica Tom Petty,
ao órgão e interpretando a primeira voz o incrível Billy Preston.
Entre as vocalistas do coro está Linda Eastman, esposa de Paul McCartney.

Também estavam presentes nesse concerto:
Bob Dylan, Ravi Shankar, Jethro Tull e um número enorme de amigos e colegas dos Beatles, assim como todo grupo 'The Cream' de Eric Clapton. Todos um pouco gordos e enrrugados, mas encarnando o melhor do melhor, representativo dos anos 70.
Billy Preston chegou a ser conhecido como o quinto Beatle; foi ele que sempre tocou o piano e o órgão em todas as gravacões dos Beatles.
Simplesmente Maravilhoso!!!

video

True Love - High Society

Susie and the Bakers Boys

She's Madonna

You'll be in my heart

EU TE AMO ...Poesia pura....

Swing Out Sister

Gone too soon

Enviado pelo meu amigo DRUÍDA...Thank's , é lindo

domingo, 1 de novembro de 2009

M&M MUDE E MARQUE

A mente apaga registros duplicados
Por Airton Luiz Mendonça
(Artigo do jornal O Estado de São Paulo)

O cérebro humano mede o tempo por meio da observação dos movimentos.
Se alguém colocar você dentro de uma sala branca vazia, sem nenhuma mobília, sem portas ou janelas, sem relógio... você começará a perder a noção do tempo.
Por alguns dias, sua mente detectará a passagem do tempo sentindo as reações internas do seu corpo, incluindo os batimentos cardíacos, ciclos de sono, fome, sede e pressão sanguínea.
Isso acontece porque nossa noção de passagem do tempo deriva do movimento dos objetos, pessoas, sinais naturais e da repetição de eventos cíclicos, como o nascer e o pôr do sol.

Compreendido este ponto, há outra coisa que você tem que considerar:
Nosso cérebro é extremamente otimizado.
Ele evita fazer duas vezes o mesmo trabalho.
Um adulto médio tem entre 40 e 60 mil pensamentos por dia.
Qualquer um de nós ficaria louco se o cérebro tivesse que processar
conscientemente tal quantidade.
Por isso, a maior parte destes pensamentos é automatizada e não aparece no índice de eventos do dia e portanto, quando você vive uma experiência pela primeira vez, ele dedica muitos recursos para compreender o que está acontecendo.
É quando você se sente mais vivo.
Conforme a mesma experiência vai se repetindo, ele vai simplesmente colocando suas reações no modo automático e 'apagando' as experiências duplicadas.
Se você entendeu estes dois pontos, já vai compreender porque parece que o tempo acelera, quando ficamos mais velhos e porque os Natais chegam cada vez mais rapidamente.
Quando começamos a dirigir automóveis, tudo parece muito complicado, nossa atenção parece ser requisitada ao máximo.
Então, um dia dirigimos trocando de marcha, olhando os semáforos, lendo os sinais ou até falando ao celular ao mesmo tempo.
Como acontece?
Simples: o cérebro já sabe o que está escrito nas placas (você não lê com os olhos, mas com a imagem anterior, na mente); O cérebro já sabe qual marcha trocar (ele simplesmente pega suas experiências passadas e usa , no lugar de repetir realmente a experiência).
Ou seja, você não vivenciou aquela experiência, pelo menos para a mente. Aqueles críticos segundos de troca de marcha, leitura de placa são apagados de sua noção de passagem do tempo.
Quando você começa a repetir algo exatamente igual, a mente apaga a experiência repetida.
Conforme envelhecemos as coisas começam a se repetir - as mesmas ruas, pessoas, problemas, desafios, programas de televisão, reclamações, -... enfim... as experiências novas (aquelas que fazem a mente parar e pensar de verdade, fazendo com que seu dia pareça ter sido longo e cheio de novidades), vão diminuindo.
Até que tanta coisa se repete que fica difícil dizer o que tivemos de novidade na semana, no ano ou, para algumas pessoas, na década.
Em outras palavras, o que faz o tempo parecer que acelera é a...
ROTINA
A rotina é essencial para a vida e otimiza muita coisa, mas a maioria das pessoas ama tanto a rotina que, ao longo da vida, seu diário acaba sendo um livro de um só capítulo, repetido todos os anos.
Felizmente há um antídoto para a aceleração do tempo: M & M (Mude e Marque).
Mude, fazendo algo diferente e marque, fazendo um ritual, uma festa ou registros com fotos.
Mude de paisagem, tire férias com a família (sugiro que você tire férias sempre e, preferencialmente, para um lugar quente, um ano, e frio no seguinte) e marque com fotos, cartões postais e cartas.
Tenha filhos (eles destroem a rotina) e sempre faça festas de aniversário para eles, e para você (marcando o evento e diferenciando o dia).
Use e abuse dos rituais para tornar momentos especiais diferentes de momentos usuais.
Faça festas de noivado, casamento, 15 anos, bodas disso ou daquilo, bota-foras, participe do aniversário de formatura de sua turma, visite parentes distantes, entre na universidade com 60 anos, troque a cor do cabelo, deixe a barba, tire a barba, compre enfeites diferentes no Natal, vá a shows, cozinhe uma receita nova, tirada de um livro novo.
Escolha roupas diferentes, não pinte a casa da mesma cor, faça diferente.
Beije diferente sua paixão e viva com ela momentos diferentes.
Vá a mercados diferentes, leia livros diferentes, busque experiências diferentes.
Seja diferente.
Se você tiver dinheiro, especialmente se já estiver aposentado, vá com seu marido, esposa ou amigos para outras cidades ou países, veja outras culturas, visite museus estranhos, deguste pratos esquisitos..... em outras palavras...... V-I-V-A. !!!
Porque se você viver intensamente as diferenças, o tempo vai parecer mais longo.
E se tiver a sorte de estar casado(a) com alguém disposto(a) a viver e buscar coisas diferentes, seu livro será muito mais longo, muito mais interessante e muito mais v-i-v-o... do que a maioria dos livros da vida que existem por aí.
Cerque-se de amigos.
Amigos com gostos diferentes, vindos de lugares diferentes, com religiões diferentes e que gostam de comidas diferentes.
Enfim, acho que você já entendeu o recado, não é?
Boa sorte em suas experiências para expandir seu tempo, com qualidade, emoção, rituais e vida.
"O homem de bem exige tudo de si próprio ;
o medíocre espera tudo dos outros ."
CONFÚCIO

sábado, 31 de outubro de 2009

STARDUST NAT KING COLE




MINHA MUSICA FAVORITA

Sons de uma cidade...




PARIS...

Ruas de Outono



Começando o blog com uma poesia....